Receita de Ano Novo

dezembro 16, 2015 admin Uncategorized 0 comments

Salve, salve!

Eita, que 2015 foi um ano montanha russa né gente? Muita coisa boa e muita coisa que não foi legal acontecendo esse ano no Brasil e no mundo. E fim de ano é tempo da gente lembrar e por na balança as coisas boas que fizemos e queremos continuar em 2016 e as coisas que queremos deixar pra trás.

O Carlos Drummond de Andrade tem um texto incrível falando do ano novo, que acaba traduzindo tudo que a gente quer e pensa por aqui:

Receita de ano novo

Para você ganhar belíssimo Ano Novo

cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido).

Para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior).

Novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo.
Eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

 

E pra fechar o ano, nada melhor que o abraço do amigo, o brinde – Tim tim, minha gente! – e o sorriso sincero da moça e do moço.
Onde? Aqui no nosso quintal, onde muitos de vocês passaram 11 domingos de 2015 🙂

Convidada da Roda

1975191_829533957090404_5450303583410325180_n

A Bruna Volpi vem de novo, convidada pelos nossos queridos do Sinuca de Bico, fazer a festa. De voz potente e única, a Bruninha é nossa querida companheira que está sempre com a gente aqui no Escuta e me contou que vem com um repertório incrível, cheio de samba dos bons para mostrar pra gente! Te garanto que quando ela canta ninguém consegue ficar parado, viu?

E como saco vazio não para em pé, essa edição a gente não tem um, mas três pratos especiais: caldo cubano de feijão preto; frango com arroz de açafrão e pernil de porco desfiado com especiarias. Ai ai… duro vai ser escolher o que comer né?

Vem com a gente se despedir de 2015 e preparar as boas energias para 2016 chegar chegando cheio de amor, paz e prosperidade?

Escuta o Cheiro

Dia 20 de dezembro

Entrada: R$18,00

Comidas e bebidas cobradas a parte.

 

Sorry, the comment form is closed at this time.