Rá tim Bum!

outubro 14, 2013 Projeto Escuta o Cheiro Uncategorized 0 comments
(Peço licença pois diferentemente dos outros textos do blog, este aqui é em primeira pessoa… Pra quem não sabe, quem escreve por aqui sou eu, a Denise, também conhecida como a fotografa do Escuta o Cheiro)
Cinco anos, minha gente! Parece tão pouco e tanto ao mesmo tempo! A roda de samba que começou pra juntar os amigos (e eu tenho um orgulho danado de dizer que participei da primeira roda, que vocês nem tem idéia!) cresceu e já tem 5 anos!
O Começo 
Um trio comandando a cozinha com maestria: tia Paula, tia Carla e tia Tatona. Tias da cozinha (como aquelas antigas, como a Tia Ciata, uma das precursoras do samba) e tias do meu então namorado (hoje marido).  Ou seja, as tias da cozinha eram minhas tias.  Tem coisa mais familiar que isso? 

 (Faltou a Carla, minha gente! Ela não é muito afeita ao “diga xis”e não achei nenhuma fotinho dela no começo do Escuta… Mas logo eu acho e coloco aqui!)
Além disso, um quintal deslumbrante, cheio de jabuticabeiras, cheio de astral lá em cima. Casa do “tio”Márcio, que 5 minutos depois de me conhecer, resgatou um apelido que só minha mãe usava: Deni. Pra todo mundo eu sempre fui a Dê, mas pra minha mãe (e para o Márcio, logo de cara. E hoje pra Dani e pra Lu também…) eu sou a Deni. Coisa de família, minha gente….
O samba já corria nas minhas veias (desde o tempo do samba no Evolução, mas daqui a pouco volto neste assunto), mas logo o tio Silo começou a me mostrar um monte de coisas novas.  Coisas lindas. E mais um monte de papo cabeça (que inclui religião, futebol, arte, politica… só assunto cabeludo! Rs) regado a infinitas cervejinhas geladas.  E o som do Casa Caiada que tocou repetidamente no meu carro (direto, sem direito a uma folguinha sequer) por meses e meses a fio?
E foi assim, caminhando junto com essa grande família que meu olhar fotográfico aflorou. E tenho que agradecer milhares de vezes sempre pela oportunidade que me deram. Sou e serei sempre grata a esta família.
Aí o tempo passou e a chuva que caía em TODAS as edições do nosso samba no primeiro ano resolveu dar uma trégua. A chuva foi embora e as flores se abriram. Nossas tias, as mães do Projeto Escuta o Cheiro,  foram seguir o caminho feliz delas. Eis que surgem as primas distantes, que logo me deram um abraço de família: Dani e Lu, lindas, vieram comandar nossa cozinha. Dupla de duas arretadas, cada uma do seu jeito, viraram minhas conselheiras favoritas!
Nesta altura, o samba de amigos já era de amigos de amigos de amigos, de amigos, de amigos… Uma roda infinita de gente do bem (porque é incrível como o astral continua lá em cima, da mesma forma que era no começo). Nosso mestre de luz, o Tio Silo, também foi voar alto por outras bandas com seus fieis caiadeiros, dando espaço para os recém chegados na festa, mas já bambas do samba do Sinuca de Bico. Que chegam já com sorriso no rosto e abraço apertado de família.
E assim a gente continua caminhando. Com fé que a fé não costuma faiá!
E passou o tempo. E passaram cinco anos. Cinco anos floridos e felizes. E a gente quer comemorar, vem com a gente? Cantar parabéns e comer bolo pra comemorar o nosso aniversário!
Domingo, dia 20 de outubro de 2013. Sempre a partir das 12h00, com samba rolando sem parar das 14h00 as 18h00.
R$15,00 para entrar, bebidinhas e comidinhas a parte.
Sorrisos e abraços são cortesia da casa!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *