fev
22

Verdade que tinha! Acesse o link acima( que é o próprio título da postagem) e veja no flickr da Marina Carvalho, nossa mais nova e já querida amiga, as lindas fotos que ela fez do nosso último encontro.
A tarde estava especialmente agradável, clima de verão ensolarado, pessoas de bom coração, samba de prima com CasaCaiada, Daniel do QCV e Valbão que fizeram o nosso pré carnaval família fundo do quintal bonito um dos melhores que tivemos! De novo agradecemos à todos que vieram cheios de alegria!
Agora pessoal, noites mais longas, dias ainda quentes, o ano finalmente começa e a gente começa com novidades!
Fica esperto porque pela primeira vez o Projeto vai colocar o nariz pra fora e fazer um samba benfazejo na Fundação Síndrome de Down em Barão Geraldo no dia 21 pra fechar o verão sem as águas de março.
O espaço é lindo, as pessoas são sangue bom e você já está convidado!
Fica de olho que em breve a gente publica as infos e te manda um e-mail!








abraço de feliz ano novo de novo!
0
fev
01
Salve amigos do Samba gostoso das tardes de domingo! Ó abre alas que dia 7 tem edição Pré Carnaval do Projeto Escuta o Cheiro!
Já que fevereiro é o mês oficial do Samba, preparamos o especial Pré Carnaval cheio de Sambas enredo e Marchinhas pra você se aquecer pra semana que vem! Que me perdoem os que gostam do Axé, mas Carnaval bom é feito de Samba e Marchinha. E é super legal Marchinha! Esse gênero debochado, frases e versos que fazem parte do imaginário de muitas gerações, amanheceu em 1899 com a Chiquinha Gonzaga que, diga-se, é parenta da Paulinha Ubinha, prata da casa e da cozinha do EoC. É mole? Verdade! A Paulinha é sobrinha bisneta da Chica meu nego! D. Zenaide, a vó da Paulinha, dizia que quando perguntavam para sua mãe, Dona Rosinha, senhora comportada e irmã caçula da Chiquinha, sobre ela, ela respondia que a moça tinha poucos modos! Pudera, isso em 1900!
Me dá uma nostalgia nesse tempo de Carnaval... porque a gente ganhava kit confete serpentina, escolhia a fantasia de palhaço, pierrot, bailarina, havaiana, marinheiro, pirata, que eram as mais bonitinhas, ou as mais tosquinhas, dos super heróis que a vó botava o aplique ou que a mãe mandava fazer , e a gente ia feliz da vida pro salão do clube do bairro brincar o carnaval ao som das Marchinhas que os nossos pais sabiam cantar todas, a gente aprendeu e aposto que ninguém esqueceu. Sempre tinha aquele moleque maleta que esperava a gente abrir a boca e jogava um punhado de confete. Ele ria e a gente chorava engasgado. Minha mãe tem fotos ótimas das matinés! Meu tio mudanceiro, lá por 1950, enchia a caçamba do caminhãozinho com a vizinhança e saia pelas ruas do Bráz puxando as Marchinhas no gogó. Devia ser muito divertido!
Ô Balancê, balancê
Se a gente for pensar em Marchinha e música de Axé, vamos achar um semelhança básica: ambas grudam na memória que nem caramelo nos dentes. De vinte anos pra cá, o Axé divide o Carnaval com o Samba e também faz aquela música caramelo de memória como as Marchinhas que, enquanto tiravam uma onda do bem e bem humorada do contexto social e político e dos tipos diferentes: carecas, gays, mulatas, etc. , o Axé, verdade seja dita, apela pra solteirisse, diz “ se joga porque no Carnaval vale tudo”. Sei lá... tem quem goste! Mas mais bonitos são os pífanos, o frevo, os Filhos de Gandi, os mamulengos, os bonecos de Olinda e tantos outros lindos que fazem o Carnaval de rua colorido lá de riba!
Taí
Carnaval bacana mesmo é um coletivo de gente amiga ou potencialmente amiga. Pode reparar: a ala da comunidade da Escola é sempre a mais feliz. Os Bailes de Carnaval nos clubes são mais bacanas nas cidades pequenas, justamente porque todo mundo se conhece. Os blocos são mais divertidos porque todo mundo se conhece. Os sambas nos botequins são ótimos. Roda de samba de fundo de quintal então... Porque Samba é de amigo e é coisa boa e de respeito!
Vai passar
E na avenida, ô coisa bonita de se ver! Fica de olho na tv porque nosso representante EoC nas avenidas do Carnaval 2010 é Thiagão de Souza! Nosso querido não cabe em si de alegria! Foi convidado e vai sair apresentando a Ala das Baianas da Império de Casa Verde, de terno branco e sapato branco ao lado do estantarte,com muita honra, no sambódromo paulistano, às 4 da madruga do dia 13 - sábado! O enredo é " Itu- Fidelíssima Terra de Gigantes". No Rio sai na Estação Primeira de Mangueira, na ala da família do Cartola comandada por Dona Iracema na madrugada do dia 16 - terça, fechando o desfile carioca! O enredo verde e rosa é " Mangueira é música do Brasil". Ah que orgulho de novo!
Ó jardineira por que estás tão triste?
Agora olha que coisa, a verba municipal campinense que contempla as Escolinhas de Samba da cidade não havia sido liberada até a semana passada! Ai que triste... parece que no que depender do poder público o desfile da cidade vai continuar xôxo...Tudo bem que eles fazem uma festinha na Estação Cultura pra eleger o Rei Momo, chamam a bateria da Gaviões e não avisam ninguém! Você soube? Abafa... mas não deixe o samba morrer!
Me dá um dinheiro aí!
Consultamos o site da Cruz Vermelha e sugerimos que este mês a nossa ajudinha benfazeja vá pra aquele povo bonito e sofrido do Haiti. Bora né? A soma dos R$2 a mais no valor da entrada EoC serão depositados na seguinte conta:
Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CNPJ: 04.359.688/0001-51)
Banco HSBC
Agência: 1276
Conta corrente: 14526-84
mais infos no seguinte link: http://www.icrc.org/por



Então tá, não fique triste que esse mundo é todo seu e ainda bem que vai ter reunião do clubinho, grêmio recreativo do fundo do quintal, bloquinho de amigos animados e bacanas aqui semana que vem com Samba, Samba enredo e Marchinha! Pode trazer o kit, pode botar a fantasia, pode chegar no ritimo de matiné porque aqui ninguém dorme no ponto e cachaça não é água não!
Te vejo de máscara no domigo!
aquele abraço da turma do funil.
0
jan
29

Dia 7 de fevereiro o nosso querido projeto tem a honra de receber mais dois grandes sambistas da cidade: Valbão e Daniel.
O primeiro usa e abusa do vozeirão que Deus lhe deu, dono de um vasto repertório de samba enredo, Valbão é referência em interpretação do gênero na cidade e região.
O segundo é o "cavaco", na opinião de muitos (e da nossa também, é claro), Daniel Romanetto é o melhor cavaquinista por essas bandas, por aqui não tem pra ninguém. Para quem quiser tirar a prova é só aparecer às segundas feiras no Empório do Nono e ouvir a palhetada precisa deste chorão e sambista de primeira.

Os dois já tocam há bastante tempo. Valbão, a pedido de Daniel, começou a puxar sambas enredos na avenida em 2000 defendendo um samba enredo do proprio Daniel para o carnaval de Valinhos e venceram a disputa. A partir daí já venceram 13 de 14 sambas enredo em Valinhos, Campinas e Vinhedo, além da concorrência do jingle da Kaiser que tocou no sambódromo de São Paulo no Carnaval de 2005.

Está dado o recado, dia 7 de Fevereiro tem samba, cerva gelada, comidinha de primeira e um monte de sorriso.

Vamo que vamo e até!!!
0